Revolução diagnóstica para doenças genéticas

Departamento de Bioquímica e Imunologia
Universidade Federal de Minas Gerais
GENE – Núcleo de Genética Médica

O sequenciamento do chamado ‘exoma’ – parte do nosso DNA que tem relevância clínica por estar associado a mutações que provocam enfermidades – pode ajudar a descobrir as causas de grande número de distúrbios genéticos raros. A ferramenta já está disponível no Brasil.

CRÉDITO: ADOBESTOCK PHOTOS

A meu ver GATTACA, de 1997, escrito e dirigido por Andrew Niccol, está entre os melhores filmes de ficção científica jamais feitos. Nele, Vincent Freeman (Ethan Hawke) faz o sequenciamento de seu próprio genoma em poucos segundos, algo de certa forma profético.

Em 2003, ao final do Projeto Genoma Humano, cujo custo foi de cerca de US$ 3 bilhões, um sequenciador automático de DNA lia 50 mil bases por dia. Em 2020, essa capacidade já tinha aumentado 2 milhões de vezes, e o custo de sequenciar todo o genoma de uma pessoa, diminuído para cerca de US$ 1.000.

CONTEÚDO EXCLUSIVO PARA ASSINANTES

Para acessar este ou outros conteúdos exclusivos por favor faça Login ou Assine a Ciência Hoje.

Seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Outros conteúdos desta edição

725_480 att-79058
725_480 att-79037
725_480 att-79219
725_480 att-79103
725_480 att-79274
614_256 att-79434
725_480 att-79129
725_480 att-79088
725_480 att-79148
725_480 att-79429
725_480 att-79453
725_480 att-79341
725_480 att-79523
725_480 att-79333
725_480 att-79493

Outros conteúdos nesta categoria