Curso de Especialização em Literatura Infantil e Juvenil
Faculdade de Letras
Universidade Federal do Rio de Janeiro
Escritora de livros para crianças

Na coluna deste mês, recordações da literatura que deixa boas lembranças mesmo quando não se compreende por completo uma obra

Estava com 13 anos quando conheci Helena. Foi o professor Gentil quem nos apresentou a ela. Não sei se todos os alunos gostaram dela como eu, que até hoje lembro das tranças grossas, “da face de um moreno pêssego e dos olhos suspeitosos”. Descrição um tanto sofisticada para nossa idade, mas que, mesmo sem entender direito, achei tão bonita que desejei ser Helena. Meus cabelos eram ralos e as tranças que minha mãe fazia nunca foram grossas, além do que, eu imaginava o quanto deveria ser belo um rosto da cor de pêssego. Quanto a olhos suspeitosos, embora não fizesse a menor ideia do significado, achei lindo.

Helena tinha 16 ou 17 anos quando foi morar na casa do Conselheiro Vale. Ele acabara de falecer e deixara, em testamento, a confissão de que a moça era sua filha, revelação que mudou a vida na chácara onde residiam Estácio e D. Úrsula, filho e irmã do conselheiro. Estácio, até então, julgava ser filho único.

CONTEÚDO EXCLUSIVO PARA ASSINANTES

Para acessar este ou outros conteúdos exclusivos por favor faça Login ou Assine a Ciência Hoje.

Seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Outros conteúdos desta edição

725_480 att-80500
725_480 att-80418
725_480 att-80216
725_480 att-80517
725_480 att-80330
725_480 att-80632
725_480 att-80611
725_480 att-80577
614_256 att-80543
725_480 att-80473
725_480 att-80729
725_480 att-74188
725_480 att-80314
725_480 att-80689
725_480 att-80355

Outros conteúdos nesta categoria

725_480 att-87837
725_480 att-87273
725_480 att-86764
725_480 att-86138
725_480 att-85584
614_256 att-85227
725_480 att-84749
725_480 att-84347
725_480 att-83952
725_480 att-83581
725_480 att-82914
725_480 att-82670
725_480 att-82211
725_480 att-81727
725_480 att-81342