Ao longo de seus mais de 100 anos, a física quântica criou cenários de estranheza e incerteza para os físicos, por revelar comportamentos ‘esquisitos’ das partículas subatômicas. Hoje, suas aplicações estão em toda parte de nosso cotidiano

Para compreender e descrever fenômenos naturais, os físicos têm, por séculos, desenvolvido modelos e teorias. Em certos momentos, parecia ser possível compreender tudo; em outros, tudo parecia dar errado. É nessas horas de incerteza que costumam ocorrer grandes avanços.

Um desses momentos significativos ocorreu em 1925, ano em que o físico alemão Werner Heisenberg (1901-1976) – buscando calcular os níveis de energia dos elétrons ao redor do núcleo atômico – publicou resultado radical. 

Adilson de Oliveira
Departamento de Física,
Universidade Federal de São Carlos (SP)

CONTEÚDO EXCLUSIVO PARA ASSINANTES

Para acessar este ou outros conteúdos exclusivos por favor faça Login ou Assine a Ciência Hoje.

Seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Outros conteúdos desta edição

614_256 att-27650
614_256 att-72134
614_256 att-72401
614_256 att-72474
614_256 att-72091
614_256 att-72076
614_256 att-72116
614_256 att-72252
614_256 att-72108
614_256 att-72198
614_256 att-72270
614_256 att-72261
614_256 att-72338
614_256 att-72540
614_256 att-72333

Outros conteúdos nesta categoria

725_480 att-87234
725_480 att-86756
725_480 att-85936
725_480 att-85755
725_480 att-84894
725_480 att-84554
725_480 att-84261
725_480 att-83905
725_480 att-83605
725_480 att-83095
725_480 att-82636
725_480 att-82173
725_480 att-81539
725_480 att-80949
725_480 att-80355