Departamento de Física
Universidade Federal de São Carlos (SP)

Um dos primeiros sucessos da física foi mostrar, no século 17, que os movimentos do céu e da Terra eram guiados pelos mesmos princípios. De lá para cá, os avanços dessa ciência têm sido incríveis. Isso graças aos movimentos de transformação da própria física

CRÉDITO: IMAGEM ADOBESTOCK

A física pode ser considerada a mais fundamental das ciências. Com sua visão peculiar, ela é capaz de descrever a essência de fenômenos que vão da dimensão subatômica à escala cósmica – até o universo como um todo. 

Isso, de certo modo, dá a sensação de que a física pode explicar qualquer coisa. Mais do que isso: muitos físicos têm essa firme convicção – que, certamente, é incorreta.

Os modelos físicos desenvolvidos ao longo dos séculos foram alterando nossa visão do mundo. Por exemplo, houve tempo em que se defendia que os fenômenos celestes eram diferentes dos terrestres: os movimentos dos planetas e das estrelas não seriam resultado da ação de uma força, mas esta última seria necessária para manter aqueles observados em nosso cotidiano.

Dia após dia, vemos o nascer e o pôr do sol ocorrendo praticamente da mesma maneira. Quando tiramos o pé do acelerador, o carro, mesmo estando em ponto-morto, tende a parar. Ao soltarmos uma pedra, ela cai em direção ao solo, mas a Lua e os planetas seguem em seus movimentos eternos.

CONTEÚDO EXCLUSIVO PARA ASSINANTES

Para acessar este ou outros conteúdos exclusivos por favor faça Login ou Assine a Ciência Hoje.

Comentário (1)

  1. NILDSON DE AVILA SILVA

    Se todos os fenômenos são produzidos por entidades e leis da Física, então a Física deveria explicar tudo. O que talvez falte é informação. Se a Física não pode explicar tudo, mesmo tendo toda a informação necessária, haveria o desafio de entender porque se tudo provém da Física haveria algo não redutível à Física. Ou há algo além de entidades e leis da Física ou haveria alguma limitação na capacidade humana de produzir explicação a partir do que se sabe das entidades e leis da Física.

Seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Outros conteúdos desta edição

725_480 att-83339
725_480 att-83596
725_480 att-83492
725_480 att-83568
725_480 att-83506
725_480 att-83382
725_480 att-83363
725_480 att-83661
725_480 att-83456
725_480 att-83394
725_480 att-83420
725_480 att-83402
725_480 att-83447
725_480 att-83519
725_480 att-83581

Outros conteúdos nesta categoria

725_480 att-88305
725_480 att-87656
725_480 att-87234
725_480 att-86756
725_480 att-85936
725_480 att-85755
725_480 att-84894
725_480 att-84554
725_480 att-84261
725_480 att-83905
725_480 att-83095
725_480 att-82636
725_480 att-82173
725_480 att-81539
725_480 att-80949