Quando a governança de base comunitária está no mapa

Departamento de Geografia e Políticas Públicas
Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro
Instituto de Educação de Angra dos Reis
Universidade Federal Fluminense
Departamento de Geografia e Políticas Públicas
Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro
Instituto de Educação de Angra dos Reis
Universidade Federal Fluminense
Departamento de Geografia
Instituto de Geociências
Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro

A cartografia promove a democracia quando a geoinformação é usada pelas comunidades para se posicionarem e tomarem em suas mãos decisões sobre a governança de seus territórios. Popularizados a partir da década de 1980, os mapas participativos – produzidos por comunidades, com ênfase para povos tradicionais – apresentam a expressão coletiva da reivindicação pelos direitos à terra e estão cada vez mais acessíveis graças à expansão da internet e aos avanços na geoinformação.

Um mapa pode ser uma ferramenta de empoderamento social? A resposta é sim, quando este mapa é construído pela própria comunidade – o chamado mapeamento participativo – com o apoio das geotecnologias. Os mapeamentos participativos são uma nova maneira de se produzir conhecimento e permitem que cada vez mais pessoas se tornem protagonistas dos processos de representação de seus territórios.

Essas iniciativas – que sinalizam uma democratização da cartografia, além de serem mais eficientes ao captar a realidade – têm sido facilitadas pelos avanços (geo)tecnológicos e pela internet, que tornaram mais simples não só adquirir dados e gerar informações georreferenciadas, mas também editá-los e compartilhá-los.

E quais são as vantagens desse processo de mapeamento de forma participativa? Contribuem para maior integração da comunidade, incentivam o envolvimento dos participantes nas tomadas de decisões e na reivindicação dos seus direitos acerca de seus territórios, ampliam a conscientização sobre questões relacionadas à gestão e ajudam a capacitar as comunidades locais.

Mapas rumo à inclusão

CONTEÚDO EXCLUSIVO PARA ASSINANTES

Para acessar este ou outros conteúdos exclusivos por favor faça Login ou Assine a Ciência Hoje.

Seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Outros conteúdos desta edição

725_480 att-81325
725_480 att-81266
725_480 att-80993
725_480 att-81117
725_480 att-80939
725_480 att-81319
614_256 att-81251
614_256 att-81229
725_480 att-81050
725_480 att-81084
725_480 att-81375
725_480 att-80922
725_480 att-80958
725_480 att-80949
725_480 att-81342

Outros conteúdos nesta categoria

725_480 att-81551
725_480 att-79624
725_480 att-79058
725_480 att-79037
725_480 att-79219
725_480 att-83887
725_480 att-83805
725_480 att-83856
725_480 att-83568
725_480 att-83506
725_480 att-83382
725_480 att-83363
725_480 att-83184
725_480 att-82970
725_480 att-82878